Com uma excelente participação dos servidores públicos municipais, ocorreu nesta quinta-feira, 03 de março, na sede do Sindsfop, mais uma assembleia para deliberar sobre a contraproposta oferecida pelo município sobre a data-base do ano de 2022. Das 31 cláusulas propostas, apenas três seguiram em debate. O reajuste linear salarial e o valor do vale alimentação oferecido pelo município foram rejeitados pelos presentes, enquanto o reajuste do valor do vale refeição foi aprovado. 

Deliberações da assembleia para o reajuste linear e do vale alimentação
A primeira cláusula colocada em debate na assembleia foi a contraproposta de 10% de recomposição salarial oferecida pelo o executivo municipal. A cláusula foi rejeitada por unanimidade pelos presentes, já que o índice oferecido está abaixo da inflação de 10,06%, registrada no ano passado. Os servidores almejam um aumento real nos vencimentos, buscando assim minimizar os impactos causados pelas perdas salariais acumuladas nos últimos anos. Considerando também a promessa de campanha do prefeito Ângelo Oswaldo de valorização do servidor, foi feito uma contraproposta de 21,5% de reajuste pela assembleia.

O debate sobre o vale alimentação iniciou com a aprovação da extensão do benefício aos servidores comissionados. Vale ressaltar que a ampliação desse direito aos servidores contratados foi aprovada na assembleia anterior. Considerando o último reajuste de 15 reais ocorrido há cinco anos e o aumento expressivo dos preços dos alimentos neste período, a proposta do executivo de 680 reais ainda não agradou a maioria dos presentes. Diante deste contexto, a assembleia decidiu por reduzir o pedido inicial de 920 para 850 reais.

O diretor financeiro e membro da comissão de negociação, Gustavo Freitas, defende as decisões dos servidores. “A aprovação da extensão do vale alimentação demonstra que o servidor efetivo busca por equiparação e justiça, mostrando que ele também espera a mesma disposição, por parte da prefeitura, na hora de recompor o índice salarial e o valor do benefício”.

O diretor do Sindsfop também reconhece que houve evolução nos valores oferecidos, mas anseia por uma melhora nas propostas, uma vez que o município vem batendo recordes de arrecadação. “Não podemos negar que houve evolução nas discussões, mas, com o acentuado aumento da inflação e do preço dos alimentos, precisamos de reajustes conforme a realidade atual”, defende.

Reajuste do vale refeição é aprovado

A proposta de reajuste do vale refeição para 25 reais foi aprovada pela assembleia geral. Fazem jus ao direito, os servidores que trabalham em regime de plantão e recebem o referido valor a cada jornada de 12h.

Nova rodada de negociação

Restando apenas as discussões de reajuste nos vencimentos e no vale alimentação, o executivo municipal e o Sindsfop se reunirão na próxima terça-feira, 08 de março, para discussão das propostas aprovadas pelos servidores. A previsão é que o sindicato convoque os servidores para uma nova assembleia no dia 10 de março, próxima quinta-feira.

O Sindsfop permanece comprometido na luta pela valorização do servidor e por melhores condições de trabalho. Para isso, a participação ativa dos servidores nas assembleias é imprescindível. Compareça!

Contraproposta dos servidores para acordo coletivo 2022 – Assembleia de 03/03/2022 SINDSFOP

Contraproposta da prefeitura para acordo coletivo 2022 – 23/02/22 SINDSFOP

Contraproposta dos servidores para acordo coletivo 2022 – Assembleia de 21/02/2022 SINDSFOP

Contraproposta da prefeitura para acordo coletivo 2022 – 17/02/22 SINDSFOP

Proposta do acordo coletivo 2022 – 02/02/22 SINDSFOP

SINDSFOP GESTÃO 2021/2024

“Diálogo, transparência, independência e base de luta”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.