Servidores da Educação de Ouro Preto decidiram pela manutenção parcial com encerramento gradual da greve sanitária, condicionada à liberação das creches e escolas pela Vigilância Sanitária, após adequação das mesmas pela prefeitura.

A decisão aconteceu em Assembleia Geral realizada nesta terça-feira (26), na sede do Sindsfop. O retorno das atividades presencias em cada escola só acontecerá após o aval da Vigilância Sanitária do município.

A definição levou em consideração os laudos emitidos pela Vigilância Sanitária que indicam problemas estruturais nos imóveis que abrigam as instituições escolares do município. Os relatórios recomendam a interdição de três escolas e 11 creches de Ouro Preto, por falta de condições para o retorno seguro das aulas presenciais.

Na assembleia, comandada pelo presidente do Sindsfop, Leandro Andrade, e o advogado Júnior Ananias, foi reforçado que o objetivo principal da greve é a melhoria das condições da educação pública do município e da estrutura das escolas para garantir a segurança e saúde da comunidade escolar e dos alunos.

Em consenso, os servidores presentes entenderam que nenhum movimento da Prefeitura Municipal para adequação dos locais que abrigam creches e escolas foi feito.

Com a decisão, as aulas presenciais vão recomeçar apenas nos locais que estão em boas condições, atestadas pela Vigilância Sanitárias. Nas demais unidades escolares, as atividades serão retomadas gradualmente, na medida que as adequações estruturais sejam realizadas em cada unidade escolar.

A diretoria do sindicato ressalta que servidores que aderirem ao movimento não precisam se preocupar quanto a represálias por parte do executivo municipal. O exercício do direito de greve não pode ocasionar nenhuma aplicação de penalidade ao trabalhador, seja ele efetivo ou contratado. É também vedada a contratação de novos profissionais para substituir os grevistas, bem como a demissão de servidor em função de fato relacionado à greve.

 SINDSFOP GESTÃO 2021/2024
“Diálogo, transparência, independência e base de luta”

One thought on “GREVE SANITÁRIA | Manutenção parcial da Greve Sanitária em Ouro Preto é definida em votação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *